Entenda o que mudou na Poupança

A recente mudança nas regras da caderneta de poupança trouxe muitos questionamentos aos poupadores, assim,  para esclarecer algumas dúvidas e falar um pouco sobre os novos  horizontes de investimento dessa aplicação, decidi escrever sobre o tema.

A partir do dia 04 de maio de 2012, os depósitos feitos na poupança estão sujeitos a uma rentabilidade diferente, em razão de uma mudança na forma de cálculo. Antes das mudanças apresentadas pelo Ministério da Fazenda, a poupança rendia 6,17% ao ano mais a variação da chamada Taxa ReferencialTR, que em 2011 foi de aproximadamente 1,2%.

Pela nova regra, a TR continua sendo tomada como base, mas o rendimento adicional, que era fixo em 6,17%, poderá variar conforme o valor da taxa SELIC (taxa definida pelo Banco Central e considerada a taxa base de juros da economia). Se a taxa SELIC estiver igual ou abaixo de 8,5% ao ano, a poupança vai render 70% da SELIC mais a TR, ao invés de 6,17% ao ano mais TR.

Em razão dessa nova regra, o poupador deve estar atento à taxa SELIC e fazer a conta na hora de comparar a poupança com outros investimentos, pois se a taxa SELIC estiver abaixo dos 8,5%, o rendimento esperado da poupança será menor que o rendimento com o qual ele está acostumado. Se a taxa SELIC estiver em 8%, por exemplo, o percentual adicionado à TR será de 5,6%, e não de 6,17%, reduzindo consideravelmente o rendimento da poupança. Para entender melhor veja a tabela exemplificativa a seguir:

Taxa Selic Rendimento da Poupança
70% da Selic (+ TR)

 
9,00% 6,17%
8,75% 6,17%
8,50% 5,95%
8,25% 5,78%
8,00% 5,60%
7,75% 5,43%
7,50% 5,25%
7,25% 5,08%
7,00%

4,90%

Essas novas regras não se aplicam aos valores investidos e, na prática, o controle funciona como se fossem dois investimentos diferentes: a Poupança Fácil (antiga) e a Nova Poupança. Na poupança fácil não é mais possível aplicar e quem tinha valores aplicados antes de 04 de maio, continuará com a mesma rentabilidade de acordo com as antigas regras. Quem aplicou após essa data, está aplicando na nova poupança com as novas regras.

Se o investidor tiver valores aplicados nas duas poupanças, na poupança fácil e na nova poupança, no momento do resgate, os valores são resgatados primeiros da nova poupança e quando o saldo desta acabar é que o resgate de valores da antiga poupança. Essa regra de prioridade de resgate funciona se o cliente tiver as duas poupanças no mesmo banco.

Para quem gosta de investir em poupança é importante fazer as contas para não se decepcionar com o rendimento dos novos depósitos, e ficar atento, pois desde a alteração na forma de cálculo, o Banco Central reduziu a taxa SELIC, que até então era de 9% ao ano, para 8,5% ao ano, e a nova regra está reduzindo o rendimento dos novos depósitos. Trocando em miúdos, a nova poupança está rendendo para o investidor, 5,95% ao ano mais TR.

Concluindo, a Nova Poupança continua sendo uma aplicação muito simples, sem incidência de Imposto de Renda e com garantia de até R$ 70,000,00 por CPF em cada instituição, pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito). O que muda é que quando a SELIC estiver abaixo de 8,5%, a remuneração será de TR mais 70% da SELIC, caso contrário, prevaleceremuneração antiga, de TR mais 6,17%. 

Cesar Bombardi para OZ!; economista e assessor de investimentos da Atlas Invest.
 www.atlasinvest.com.br
 

 

 


"Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br.
Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato."

http://www.organizesuavida.com.br/portal2010/news/bt-news.jnewsletter

Comentários
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *