Dicas para cuidar de seus talheres

Adquira divisórias próprias ou porta-talheres para organizar as peças nas gavetas ou prateleiras.

Separe os talheres por utilidade e tipo: colheres, garfos, facas, colheres e garfos grande e etc.

Contar os talheres e fazer uma lista é a melhor forma de nunca ter surpresas com sumiço de suas peças. Coloque a lista na parte interna das gavetas.

Antes de guardar, vale a pena dar uma olhada para ver se os talheres estão realmente limpos – são os utensílios que mais retem sujeira e os mais fáceis de encrostar gordura.

Organize de forma que os talheres mais utilizados fiquem na primeira gaveta.

Na última gaveta, acomode os talheres maiores, como conchas, pegadores e escumadeiras, entre outros.

Periodicamente, conte o seu faqueiro, você estará evitando surpresas, principalmente com a chegada de visitas. Nada pior que colocar um talher de cada tipo na mesa.

Passar um pano úmido com esponja para limpar é algo a ser feito com muita frequência. Do que adianta os talheres estarem limpos e o local onde estão guardados ficar com poeira ou sujeira.

Limpe e enxugue bem todas as peças antes de guardá-las. Isto evita a oxidação, o aparecimento de manchas no metal e a formação de fungos nas gavetas.

 

Conheça a seção de Cozinha da nossa loja, clique aqui.

 


Quer saber mais sobre este assunto Leia nosso e-book: Como Organizar Cozinhas e Despensas

“Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

 

 

newsletter

Recém Casada? Saiba como arrumar a cozinha

Tantos presentes de casamento para arrumar na sua nova cozinha… Mas, por onde começar? A organizadora Profissional, Irene Cristina Loureiro, da OZ! Sistemas de Organização, explica como separar cada utensilio doméstico da melhor forma para otimizar a vida do casal.

Separação por frequência de uso
Separe as louças , utensílios da cozinha , toalhas de mesa, copa, guardanapos e jogos americanos  que são usados em ocasiões especiais (Natal, Festa, etc)  daqueles que são de uso frequente.

– Nos locais de melhor nível de acesso você deve organizar tudo que tem maior frequencia de uso, especialmente louças.

Evite pilhas altas com pratos, não empilhe copos, xícaras (empilhe apenaspires).

Dica: Para ganhar espaço com travessas que costumam quebrar nas laterais por serem empilhadas uma dentro da outra a menor travessa deve ser virada para baixo, a maior  travessa também virada para baixo fica por cima da menor.  Com uma base mais firme  pode ser colocada a  terceira travessa, desta vez virada para cima e uma bem leve e menor dentro dela, ou seja, com o espaço de uma travessa de tamanho médio a grande, você pode organizar quatro de tamanhos diferentes.

 Plásticos:
Descarte potes que estão sem tampa, danificados ou simplesmente sem uso.

Alguns potes plásticos quando tampados ficam com cheiro, coloque os maiores dentro dos menores sem as tampas para não ficarem presos e coloque as tampas empilhadas em porta-tampas ao lado.

Evite o formato redondo e opte por modelos quadrados para melhor aproveitar o espaço.

Panelas:
Os gavetões são uma tendência nos atuais projetos de cozinha, porém, usando o raciocínio da frequencia de uso. As grandes panelas de ferro ou woks, os rechaudsaparelhos de fondue, panelas de pressão, pipoqueiras etc,  que tomam muito espaço podem ficar em prateleiras mais altas ou outro espaço próximo à cozinha. Nos gavetões devem ficar as panelas de uso frequente , vale empilhar as menores em cima das maiores com a tampa virada para baixo. Siga a mesma regra para as frigideiras e formas.

Utensílios de gaveta:
Evite sobrecarregar as gavetas da cozinha com os acessórios dos eletrodomésticos, coloque-os em saquinhos com fecho ziplock ou de TNT junto aos aparelhos ou dentro de uma caixa transparente devidamente identificada.

Se o espaço das gavetas não é suficiente para todos os utensílos use organizadores de parede ou de portas.

Dica para as gavetas:
Não jogue tudo na gaveta sem separar os utensílios por função e tamanho, procure comprar divisórias ou usar bandejas e cestas para fazer esta categorização. Separe conchas, espátulas e pegadores de salada de abridores de lata, descascador de legumes, alho etc.

Dica para todos utensílios:
A frequencia de uso define o nível de acesso, mas procure também categorizar os nichos da cozinha pelo tipo de material do utensílioPor exemplo, separe vidro, inox, porcelana, prata, plástico, madeira, não deixe tudo misturado. Quando você quiser a petisqueira de madeira saberá em que porta estão todos utensílios de madeira, o que facilita encontrar e guardar.

Eletrodomésticos:
Aproveite o design bonito dos atuais eletrodomésticos e deixe os de uso diário na própria bancada da cozinha. Um dos desafios é a altura de alguns modelos como as batedeiras, liquidificadores, centrífugas, máquinas de pão etc. As prateleiras aramadas são uma boa opção para organizá-los, que é possível  ajustar a altura com mais facilidade.

Com essas dicas, agora é abrir os presentes e dar vida aos armários de sua cozinha com cheirinho de nova.

Fonte: site Liga das Noivas


“Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

newsletter

6 ideias para organizar a cozinha

Aumente a capacidade de armazenamento da sua cozinha, com estas dicas simples e crie espaços onde nunca pensou que houvesse.

1. Reforme os seus armários, para personalizá-los e maximizar o espaçoInsira formas de armazenamento, gavetas, prateleiras, ganchos, etc.

2. Se sua cozinha é pequena, ao supermercado com mais frequência e diminua a necessidade de espaço na despensa.

3. Armazene pequenos aparelhos de uso diário, ou semanal, em áreas da cozinha de fácil acesso. Aqueles que são utilizados com menos frequência podem ser armazenados até mesmo em outros cômodos da casa.  Pergunte-se: será que realmente preciso disso?

4. Instalar prateleiras ou ganchos pode maximizar o espaço da parede vazia, mas tenha cuidado para não criar um ambiente carregado demais.

5. Coloque uma prateleira numa porta, ou janela, para armazenar livros de receitas ou para sustentar alguns pratos favoritos.

6. Use a área entre os armários e o teto para armazenar bandejas ou cestas cheias de itens usados raramente.

 Quer saber mais sobre o assunto:
Leia: Dicas para quem não tem tempo de cozinhar
Leia:Como organizar a pia da cozinha

 

Leia mais dicas no e-book: Como organizar Cozinhas e Despensas


“Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

newsletter

Como organizar a pia da cozinha

Não importa se a sua cozinha faz o estilo americana ou não, uma pia bagunçada sempre a impressão de que a casa inteira está fora de ordem. Mas manter tudo no lugar não tem mistério se você aliar um mínimo de disciplina a acessórios que facilitam a vida.

Louça em ordem
A regra de ouro é não deixar a louça suja acumular. Se alguém deixa um prato sujo na pia, o próximo acha que não precisa lavar e daí viu. Se todo mundo adotar a rotina de lavar a louça assim que sujar, a bagunça fica sob controle. Claro, a regra vale também para quem mora sozinho. Uma cesta organizadora ou um recipiente com divisórias deixam os utensílios usados para lavar louça sempre à mão. Se a ideia é também decorar, invista em kit para pia com design bonito e que ajuda a deixar tudo no lugar.

Aproveite o espaço
Depois de lavar a louça, não é preciso secá-la imediatamente para manter a cozinha organizada. Um escorredor retrátil garante a organização sem ocupar espaço demais, e você ainda pode realizar outras tarefas (ou ter um tempinho para você) enquanto a louça seca. Ter pratos e talheres à vista também deixa a rotina mais prática. Você pode aproveitar um canto da pia para guardar a louça mais usada no dia a dia em um rack. As facas também ficam à mão, e com muito estilo, em uma barra magnética organizadora.

Conservação/ praticidade
Se o seu maior pesadelo é a montanha de potes, travessas, tábuas e recipientes que se acumulam depois de preparar um belo jantar, a dica é ir lavando cada item imediatamente após o uso. Se o evento é entre amigos, invista no bom humor e chame alguém pra ajudar. Assim, quando a refeição for servida ninguém estará sobrecarregado. Durante o preparo, usar uma tábua ajustável na pia otimiza o espaço e ajuda na organização, reduzindo no uso de recipientes. Um protetor de pia em silicone ajuda a conservar louças e panelas contra riscos e manchas.

 


“Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

newsletter

Como congelar alimentos preparados em casa

Economizar, não depender da tele-entrega e, principalmente, deixar a vida mais prática. Os benefícios de comer alimentos congelados são muitos, mas quem opta pelas opções prontas do supermercado acaba sofrendo também com o cardápio repetitivo e repleto de conservantes.

Uma prática que tem se tornado cada vez mais comum nas famílias é congelar alimentos preparados em casa. Tanto para evitar desperdícios em uma refeição que sobrou quanto para planejar a alimentação da semana, congelar pode ser uma ótima solução, desde que sejam observadas algumas dicas.

A primeira regra é jamais recongelar um prato que foi descongelado. Por isso, recomenda-se congelar os alimentos em porções individuais, suficientes para uma refeição. Podem ser usados potes de diferentes tamanhos ou saquinhos plásticos bem fechados.

Se você optar por potes, procure encher até a beira com o alimento a ser congelado ou colocar um papel alumínio entre o alimento e a tampa, evitando o contato da comida com o ar. Quem optar por saquinhos deve tirar o ar manualmente ou com a ajuda de uma bombinha. Para fechar, você pode usar um selador a pilha, que ajuda ainda mais na conservação, arames revestidos de plástico ou clipes que evitam a entrada e saída do ar.

Praticamente qualquer alimento pode ser colocado no freezer (confira a lista dos não-recomendados ao final do texto), mas cada um pode ser mantido congelado por um intervalo de tempo diferente. Por isso, é importante anexar etiquetas com nome do alimento e a “data de validade” aproximada. Para ajudar no cálculo, confira a lista a seguir:

 Tempo de conservação:
• Carne bovina: 12 meses
• Hamburgers: 3 meses
• Carne de porco: 6 meses
• Linguiça e salsicha: 2 meses
• Bacon: 2 meses
Pães: 4 meses
• Bolo simples: 8 meses
• Sopa: 6 meses
• Massas: 3 meses
• Pizza preparada (queijo): 3 meses
• Pizza preparada (carnes): 1 mês
• Pastéis, coxinhas e croquetes: 3 meses
• Frango: 9 meses
• Peru: 8 meses
• Legumes e verduras: 12 meses
• Frutas: 9 meses

 Descongelamento
Para descongelar, evite deixar água correndo sobre o alimento. O ideal é passar o congelado do freezer para a geladeira por algumas horas, ou, se não for possível, diretamente para o forno ou microondas. No micro, alguns acessórios tornam o processo mais prático. O kit de aquecimento leva a refeição do microondas direto à mesa, e a tampa universal pode ser usada no freezer ou no microondas, isolando o alimento.

 Alimentos que não devem ser congelados:
Maionese
Saladas cruas
Gelatinas
Claras em neve ou cozida
Batatas cozidas
Ovos cozidos
Pudins cremosos
Creme de Leite

(fonte: www.livrodereceitas.com.br)

 


Saiba mais: no e-book “Como organizar a rotina doméstica”, aprenda a ganhar tempo na preparação dos alimentos e veja mais dicas para preparar alimentos congelados.

“Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

newsletter

Dicas para organizar a geladeira

Gaveta Superior

Nunca lave a carne antes de guardá-la. E não confie nos seus olhos. Nem sempre alteração de cor indica contaminação: a carne na geladeira fica mais escura por falta de oxigênio. Por outro lado, um filé contaminado pela bactéria Escherichia coli tem aparência normal. 

1ª Prateleira
Não guarde o iogurte com a colher que você usou, ou as bactérias da sua boca farão a festa. Ovos não vão na porta, para evitar a variação térmica. Lave-os antes de guardar, pois pode haver micro-organismos (como a salmonela) na casca. Restos devem ser tampados só depois de frios.

 2ª Prateleira
Latas podem sofrer contaminação nos supermercados e oxidar, por isso, coloque os enlatados em potes. Molho de tomate é muito perecível e deve ser consumido de uma só vez ou congelado – não deixe restos na geladeira. Não guarde o leite por muito tempo, pois ele absorve o cheiro dos outros alimentos.

Gaveta
Lave as folhas em água corrente e descarte as estragadas. Os temperos costumam ficar escuros por causa do frio, por isso devem ser guardados em sacos de papel ou recipientes forrados com papel-toalha.

Porta da Geladeira
Lugar de vinagre é na geladeira. Em temperatura ambiente, ele pode sofrer contaminação de bactérias. Água vai num recipiente fechado e de vidro. Cervejas devem ser tomadas de uma só vez.

 


“Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

newsletter

Dicas para comprar melhor no supermercado

Com uma calculadora, sem pressa nem crianças, você consegue economizar muito mais.

Lápis e papel na mão. A ordem é economizar, planejar as compras e subtrair as despesas inúteis. Não dúvida de que a crise apertou o cinto e está fazendo com que a dona(o)-de-casa seja mais seletiva e adquira maior vigilância na hora de escolher os produtos: o que interessa é buscar o menor preço e a melhor qualidade.
 É claro que não é nada fácil vencer esse desafio, principalmente quando tudo está nos tentando no supermercado. Mas, se você também está disposta(o) a enfrentar preços, mãos à obra. Comece desde a eliminar os gastos superficiais. Resumimos aqui algumas dicas que podem ajudá-la(o) a controlar o terrível gesto de comprar por impulso.

 Faça uma lista completa dos itens que precisa. Isso evita que você esqueça alguma coisa e depois tenha que recorrer à padaria ou mercearia, que geralmente cobram mais. Mantenha-se estritamente dentro dessa relação, sem ceder às tentações.

  pessoalmente ao supermercado: ninguém melhor do que você para verificar a aparência e os preços dos produtos, levando em conta o gosto e a necessidade de sua família.

As pesquisas revelam que as donas de casa compram muito mais quando estão com fome. O apelo das embalagens as induz para levar o dobro. Portanto, saia de casa bem alimentada.

 Visite dois ou três estabelecimentos e escolha aquele que oferece melhores condições. É claro que para supermercados distantes de sua casa é necessário ver se o gasto com a gasolina vai compensar.

Se o luxo e o bom atendimento não são essenciais, experimente conhecer aqueles supermercados do tipo "mini-box" ou pequenos varejões. Eles não fornecem pacoteiros, sacos de embrulho, não entregam a domicílio e alguns não aceitam cheques, mas,em compensação, os produtos são mais baratos.

Compare os preços através dos jornais. Alguns supermercados publicam frequentemente uma lista com a cotação dos principais produtos. Sempre haverá ofertas que podem interessar a você.

 Não faça compras com pressa. Você pode levar produtos inúteis, novidades desnecessárias e esquecer o indispensável.

 Durante as compras, habitue-se a usar a máquina de calcular. Isso ajuda a controlar os gastos e não comprar além do que pode.

 Faça suas compras de preferência sem a companhia das crianças, que fatalmente terminam por acrescentar alguns itens extras no seu carrinho.

 Faça um roteiro de compras dentro do supermercado. Isso ajuda a organizar o carrinho e, principalmente, a economizar. Se você comprar primeiro os produtos de primeira necessidade, registrando os preços na calculadora, saberá o quanto ainda poderá dispender com os produtos de limpeza ou artigos menos importantes.

 Seja uma consumidora desconfiada dos preços, propagandas enganosas e, principalmente, veja se as marcas que habitualmente consome ainda atendem as suas necessidades. Orgulhe-se de preferir o que é bom e barato.

Compare os preços dos produtos entre as várias marcas, observando peso ou quantidade, data de fabricação e prazo de validade: muitas vezes, as diferenças são assustadoras.

 Analise se as ofertas do tipo "leve 4 e pague 3" são realmente lucrativas: não adianta levar mais gelatina ou chá para casa, se você os tem em boa quantidade.

 Cuidado com as embalagens gigantes de produtos de limpeza. compre sabão em , detergente ou amaciante em grande quantidade se você (ou a empregada) souberem usá-los com moderação.

 Cuidado quando for comprar latarias. Muitas delas são desnecessárias (você mesma pode comprar os vegetais ou frutas e fazer sua própria conserva, aproveitando a safra dos alimentos). Se realmente precisar, examine as latas atentamente e recuse aquelas amassadas, estufadas ou enferrujadas: esses defeitos alteram o produto. Rótulos desbotados ou sujos são sinais de produtos velhos.

 Prefira as conservas e compotas embaladas em vidros. Elas podem até ser mais caras, mas, em compensação, você pode observar a qualidade dos produtos. Se estiverem com fungos, fermentação, espuma ou tampa enferrujada, recuse-os.

 Atente para a vida útil dos produtos: latarias resistem até 1 ano, mas atum, sardinha ou carne enlatada duram 8 meses. Cuidado com a compra exagerada de cereais. Eles duram muito tempo se forem devidamente embalados. Comvém estocar produtos de limpeza ou de higiene pessoal, por exemplo, que resistem muito mais.

 Controle o impulso de comprar muitos biscoitos, doces e petiscos. Estabeleça uma quantidade mínima para satisfazer a gulodice de sua família e observe atentamente suas condições: recuse aqueles biscoitos quebrados, os chocolates derretidos e as balas grudadas, para não causar danos ao bolso nem à saúde.

 Rejeite produtos congelados cujas embalagens de papelão estejam com bolhas, manchas ou danificadas. Isso denuncia mercadoria estragada, devido ao manuseio e a flutuação de temperatura. Não aceite também embalagens que se apresentam com bloquinhos de gelo na superfície: é sinal de que o balcão pode ter sido desligado à noite.

 Nem todos os produtos podem ser estocados em freezer por muito tempo. Veja alguns exemplos: manteiga:45 dias; iogurtes: 20 a 30 dias; hambúrguer, quibe e almôndega: 1 mês. Por isso, é melhor comprá-los em pequenas quantidades e consumi-los frescos.

 Devolva no próprio local todo o alimento estragado. Em caso de reclamação, registre sua denúncia no órgão de defesa do consumidor de sua cidade ou entre em contato com a própria empresa.

 Não se esqueça de guardar o ticket do caixa, para o caso de precisar trocar alguma mercadoria.

Observe se os produtos que exigem baixa temperatura estão mesmo nos balcões frigoríficos. Os alimentos congelados devem ser comprados por último para evitar que o produto se descongele e, portanto, altere as suas características.

 


"Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato."

newsletter

Dicas de como usar o bicarbonato de sódio na limpeza da cozinha

Assim que você descobrir a versatilidade do bicarbonato de sódio, irá se livrar de todos aqueles limpadores guardados debaixo da pia.

Borracha, plástico e madeira
Uma pasta de bicarbonato de sódio remove manchas em utensílios de plástico e borracha. Aplique a pasta com uma esponja comum ou dupla face.

Você pode esfregar recipientes plásticos manchados com uma pasta de suco de limão e bicarbonato de sódio.

Renove esponjas velhas, esponjas dupla face de náilon e esponjas de esfregar encharcando-as durante a noite em uma solução de 4 colheres (de sopa) de bicarbonato de sódio para 1 xícara água.

Desodorize e remova manchas em tigelas e em utensílios de madeira com uma solução de bicarbonato de sódio.

Superfícies brilhantes
Pias de aço inoxidável podem ser limpas com uma pasta de bicarbonato de sódio ou com bicarbonato de sódio borrifado diretamente em uma esponja ou pano de limpeza.

Basta esfregar a superfície. Depois enxágüe-a e esfregue-a suavemente com camurça para secar.

Limpe o exterior de seu refrigerador e a maior parte de outras superfícies de sua cozinha usando o "Limpador de uso geral".

Tampos de gabinetes
Limpadores abrasivos podem riscar a fórmica. Em vez disso, use o limpador de uso geral.

Remova manchas de tampos de gabinetes laminados com uma pasta de bicarbonato de sódio. Aplique a pasta, deixe-a secar e depois remova-a esfregando. Em seguida, enxágüe a superfície.

Limpe um tampo de gabinete feito de azulejo e rejuntamento com uma mistura de 1/2 xícara de vinagre, 1 xícara de amoníaco, 1/4 de xícara de bicarbonato de sódio e 3,5 litros de água morna. Aplique a mistura com uma esponja. Assegure-se de proteger as mãos com luvas de borracha.

Limpador de uso geral
Este preparado caseiro pode substituir a maioria dos limpadores comerciais que você tem na sua prateleira.

1 colher sopa de bórax
1 colher sopa de bicarbonato de sódio
2 colheres (de sopa) de vinagre ou suco de limão
1 colher (de sopa) de detergente lava-louças
2 xícaras de água quente
Misture e guarde em uma bisnaga ou frasco pulverizador

Cuidado: não deixe de usar luvas de borracha quando trabalhar com esta mistura.

Potes, panelas e utensílios de cozinha

Limpe graxa e alimentos incrustados em assadeiras umedecendo-as com água quente e borrifando bicarbonato de sódio. Deixe descansar por uma hora e esfregue com uma esponja.

Para soltar alimentos assados ou ressecados de panelas, ferva água e bicarbonato de sódio em fogo baixo nas panelas. Quando o alimento se soltar, deixe a panela esfriar e limpe-a.

Utensílios de cozinha esmaltados não podem receber limpadores abrasivos. Aplique uma pasta de bicarbonato de sódio e aguarde por uma hora. Depois disso, limpe com uma esponja dupla face sintética e enxágüe.

Remova manchas de uma panela anti-aderente fervendo 1 xícara de água, 2 colheres de sopa de bicarbonato de sódio e 1/2 xícara de alvejante na panela por vários minutos. Lave a panela como de costume.

Cubra manchas de queimado em assadeiras de biscoitos com bicarbonato de sódio ou com água quente e deixe por 10 minutos. Em seguida, arie a assadeira com bicarbonato de sódio e uma esponja dupla face.

Pisos
Limpe pisos cerâmicos com 1/2 xícara de bicarbonato de sódio em um balde de água morna. Use um esfregão com a solução e depois enxágüe o piso.

Remova marcas pretas de salto de sapato sobre pisos de linóleo ou vinil com uma esponja dupla face umedecida e mergulhada em bicarbonato de sódio.

Fornos e fogões
Limpe cafeteiras de vidro com uma solução de bicarbonato de sódio, usando uma escova de dentes para chegar a cantos difíceis.

Para uma limpeza completa do forno, deixe 1 xícara de amoníaco em um forno frio e fechado durante a noite para soltar a sujeira. Pela manhã, limpe o amoníaco. Depois limpe as superfícies com bicarbonato de sódio.

Manchas de café e chá
Para limpar chaleiras e filtros de cafeteiras, encha com água, adicione 2 ou 3 colheres de sopa de bicarbonato de sódio e ferva por um período de 10 a 15 minutos. Depois que o utensílio esfriar, esfregue e enxágüe-o completamente.

Mergulhe uma esponja umedecida em bicarbonato de sódio e esfregue as manchas de café e chá das xícaras. Manchas difíceis podem requerer também um pouco de sal.

Para remover manchas de ferrugem em chaleiras, encha a chaleira de água e adicione 2 colheres (de sopa) de bicarbonato de sódio e suco de meio limão. Ferva a solução em fogo baixo por 15 minutos e depois enxágüe a chaleira.

Removedor de gordura
Use esta solução caseira para eliminar depósitos de gordura de fornos, painéis traseiros de pias ou superfícies esmaltadas polidas.

1/4 de xícara de bicarbonato de sódio
1/2xícara de vinagre branco
1 xícara de amoníaco
3,5 litros de água quente.

Cuidado: sempre use luvas de borracha e trabalhe em uma área bem ventilada.

Prevenção e eliminação de entupimentos
Para evitar entupimentos, despeje periodicamente 1/2 xícara de bicarbonato de sódio no ralo de sua pia, seguido de água quente.

O bicarbonato de sódio e o vinagre formarão uma espuma que limpará o dreno e ajudará a evitar entupimentos. Use 1/2 xícara de bicarbonato de sódio, seguido de 1 xícara de vinagre. Quando a espuma diminuir, enxágüe o dreno com água quente.

Refrigeradores e freezers
Uma caixa aberta de bicarbonato de sódio no refrigerador absorve odores por até três meses. O mesmo é válido para freezers.

Esfregue a tábua de carne de madeira com bicarbonato de sódio para remover odores. Reduza o odor de latas de lixo borrifando bicarbonato cada vez que adicionar lixo. Lave e desodorize periodicamente as latas de lixo com uma solução de 1 xícara de bicarbonato de sódio para cada 3,5 litros de água.

Outros truques práticos
Borrife bicarbonato de sódio em uma esponja umedecida e esfregue frutas e vegetais para remover sujeira, cera ou resíduos de pesticida. Enxágüe a comida muito bem.

Limpe o óleo derramado de um galheteiro para saladas chacoalhando bicarbonato de sódio em seu interior e enxaguando com água morna.

 


Leia mais dicas de limpeza no e-book: Como organizar a rotina doméstica

"Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato."

newsletter