Como organizar as compras no supermercado sem sacolinhas plásticas

A distribuição de sacolas plásticas está proibida nos supermercados. Mas aconteceu com você de ter que sair correndo do serviço e ir direto fazer as compras porque o final do mês chegou e a despensa ficou vazia? Foi que você abarrotou o carrinho, e ao chegar no caixa, logo veio a grata surpresa de não ter onde colocar os pacotes e latarias. O que fazer diante dessa situação?

 

1 – Para não ser pega desprevenida novamente, tenha sempre à mão uma sacola retornável. Aquela que você usa e guarda para a próxima compra. Ela é ótima para essas ocasiões, e dobrada cabe em qualquer cantinho da bolsa.

2 – Alguns supermercados fornecem caixas de papelão. Mas lembre-se de descartá-las corretamente ao chegar em casa.

3 – Caso a compra que você tenha feito seja muito grande não vai adiantar ter apenas uma sacola retornável na bolsa. O melhor mesmo é ter alguns exemplares no porta-malas do carro.

4 – Outra ideia, caso você goste de artesanato, é aproveitar as bolsas que viram sacolas. Elas vão dobrando e desdobrando conforme a necessidade de uso. Existem modelos que viram uma espécie de carteira. Em geral, são feitas de tecido grosso e duram muito tempo.

5 – Se você ainda não encontrou algo assim, aproveite a vovó, aquela tia ou amiga que adora costurar. Juntas desenvolvam peças criativas para esses momentos e quem sabe ganhem um dinheirinho extra com a venda?

6 – quem afirme que o que é feito à mão é bem melhor. Aproveitando essa ideia e a dica do item anterior, é possível fazer sacolas de tricô, crochê ou utilizar outras técnicas artesanaisEsses trabalhos podem ficar um luxo! Com eles levar as compras na mão ou no braço se tornará um charme.

7 – Muitas vezes os itens comprados no supermercado são muitos e o melhor mesmo é utilizar um carrinho. Neste quesito, as empresas estão inovando e alguns modelos de carrinho parecem até mesmo uma graciosa mala com rodinhas. Essa ideia vale, ainda, para quem vai a ao mercado.

8 – Existem sacolas retornáveis disponíveis também nos supermercados. É comprá-las, mas este deve ser o último recurso. Afinal, não para ficar ampliando a coleção existente em casa, não é mesmo?

 

Elaine Hipólito,  para OZ!

 


"Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato."

newsletter 

Facilite o transporte de objetos

O nosso dia a dia está cada vez mais repleto de tarefas e muitas vezes, precisamos transportar objetos e compras pra e pra .

Para ganhar tempo e não sobrecarregar a coluna com tanto peso, siga a tendência que tomou conta da Europa e Estados Unidos. Adote os carrinhos com rodízios. Eles são usados para os mais diversos fins:

1. Carregar compras de feira e supermercado
2. Transportar bagagem do porta-malas
3. Acomodar sacolas pesadas de compras em shoppings e lojas
4. Levar material de trabalho em caminhadas curtas

A OZ! entrou nessa onda e lançou o Carrinho de Compras, que além de muito resistente, tem a vantagem de ser totalmente dobrável e não ocupar espaço quando guardado. Garanta o seu!

 Dica: deixe o seu carrinho sempre no bagageiro do carro. Você nunca sabe quando pode precisar dele.

 


Quer saber mais sobre este assunto Leia nosso e-book: Como Organizar a Rotina Doméstica

 “Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

newsletter

15 Dicas para ganhar espaço em casa

Aqui vai uma ajudinha de como poupar espaço em casa:

1. Dentro dos armários da cozinha, a palavra de ordem é empilhar! Organize por tamanhos e empilhe panelas, tachos, pratos, saladeiras, bacias, malgas, potes plásticos, tupperwaresnão deixe nada escapar!

2. Na hora de guardar restos na geladeira, opte sempre por tupperwares quadradosocupam muito menos espaço que os redondos!

3. Aproveite todo o espaço livre que existe debaixo das camas para guardar – de preferência dentro de caixas plásticas grandes ou space bags – a roupa de inverno, cobertores, colchas, travesseiros, edredons, tapetes…

4. Tire o máximo partido do seu guarda-roupa, recorrendo a organizadores suspensos e aos cabides multifunções, excelentes para agrupar cintos, gravatas, lenços, écharpes e outras peças pequenas. Ponha ordem e ganhe espaço nas suas gavetas com colméias e divisórias de gaveta.

5. Escolher móveis com múltiplas funções é uma excelente forma de poupar espaço precioso: mesas afixadas à parede que podem ser “levantadas” quando não utilizadas; sofás-cama; camas que escondem espaço para arrumação sob o colchão; mesas de centro, repousa pés ou pufs que abrem e que têm espaço para revistas ou mantas…as opções são muitas!

6. Os corredores são uma excelente divisão para instalar armários estreitos que tanto podem servir de sapateira, como guarda-roupa ou até como biblioteca!

7. Aproveite todos os nichos verticais para instalar prateleiras, estantes ou armários e faça-os chegar até ao tetotodos os centímetros são bem-vindos! Não descuide dos cantos, existem muitas soluções no mercado especialmente pensadas para esses cantos.

8. sempre muito espaço livre sobre as portas e janelasperfeito para instalar prateleiras e pequenos armários de parede para uma arrumação extra!

9. O truque de colocar uma estante na horizontal pode ainda ser aplicado às costas de um sofá, por exemplo.

10. Pense em todo o espaço livre que as paredes do banheiro oferecem… Requer apenas a instalação de uma prateleira multifuncional para guardar toalhas extra, pendurar os robes ou as toalhas em uso e provavelmente terá ainda espaço para acomodar um pequeno cesto para todos os seus cremes e produtos de banho.

11. Troque o seu computador velhinho por um portátil.

12. Retire todos os seus CDs e DVDs das caixas e coloque-os em álbuns próprios que, em pouco espaço, armazenam centenas de CDs.

13. Na garagem, afixe à parede alguns pedaços de madeira resistentes com pregos e/ou ganchos, onde vai poder pendurar um sem número de utensílios que andam dispersos. Aproveite ainda as paredes da garagem para pendurar as bicicletas, pranchas de surf, os skates e outros equipamentos desportivos. Se mesmo assim o espaço continua escasso, porque não montar uma estante na garagem?

14. Livre-se de todos os objetos que não utilizadoando ou vendendo o que estiver em boas condições. Esta é uma das maneiras mais fáceis de poupar espaço!

15. Mantenha tudo no seu lugar certo para não “roubar” espaço às outras coisas!

 


“Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br.
Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

newsletter

6 dicas para remover manchas de mármores

Conheça as alternativas para limpar mármores e mantê-los com um aspecto impecável.

1. Para tirar manchas escuras ou amareladas das peças de mármore, use uma mistura de água com vinagre. Esfregue com uma escovinha e lave bem em seguida

2. Para que as bancadas ou outras superfícies de mármore branco com manchas de ferrugem pareçam novas, esfregue a metade de um limão recém-cortado, depois passe um pano molhado em água limpa e seque com um tecido que não solte pêlos.

3. As marcas de partes queimadas com cigarro só saem com polimento.

4. As manchas de vinho ou café podem ser removidas com uma solução de 500 ml de água e 3 ou 4 colheres (sopa) de bórax.
Esfregue com uma escovinha e enxágüe bem depois que a mancha tiver saído.

5. As bancadas de mármore em cozinhas ou outros móveis podem brilhar de novo se você jogar sal e esfregar com um pano molhado.
Depois enxágüe e seque bem com um tecido macio.

6. Para devolver o brilho aos pisos de mármore não há nada melhor do que esfregá-los com um pano umedecido em uma solução de um copo de água oxigenada e 12 de água.

Importante
Quando utilizar alguma substância corrosiva na limpeza de mármores – seja um produto industrializado ou um preparado caseiro com vinagre ou limão, por exemplo -, evite deixá-la muito tempo em contato com a peça.
Por isso recomendamos aplicar o produto, esfregar a área manchada por poucos minutos e enxaguar imediatamente.

Fonte: Comunidade Bemsimples

 


Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.

Lista de enxoval

Aqui vão algumas dicas básicas para comprar roupa de cama, mesa e banho para a sua casa:

1. Sempre olhe com atenção as instruções da embalagem, como tamanho, estampas e composição do produto.

2. Certifique-se que a estampa do produto que está dentro da embalagem é realmente a que você escolheu.

3. Nem sempre a foto do encarte corresponde ao artigo que está dentro da embalagem, já que a foto sempre ilustra apenas um dos desenhos daquela coleção.

4. Antes de comprar roupa de cama, confira sempre as medidas do colchão, principalmente a altura, para que depois, o lençol ou a colcha não fiquem curtos demais. A melhor coisa a fazer é medir o colchão no comprimento, largura e altura.

5. Lembre-se que todo produto feito com algodão tem a tendência a encolher até 10%, já que esta é uma característica natural do algodão. Por isso, sempre leve em conta este pequeno encolhimento quando escolher o tamanho dos produtos.

Quarto

3 jogos de lençol casal

2 lençóis de casal avulsos (com elástico)

2 travesseiros

2 edredons casal

1 colcha matelassê casal

1 colcha de piquet casal

1 colcha decorativa

1 cobertor casal

1 protetor de colchão casal

2 protetores de travesseiro

Quarto de Hóspedes (1 cama de solteiro)

2 jogos de lençol solteiro

1 edredom solteiro

1 travesseiro

2 colchas matelassê solteiro

1 protetor de colchão solteiro

1 protetor de travesseiro

Banheiro

3 jogos de banho 5 peças

2 toalhas de banho avulsas

2 toalhas de rosto avulsas

2 roupões

4 toalhas de lavabo

1 tapete para banheiro

Mesa

3 toalhas de mesa para uso diário

4 jogos americanos

1 toalha de mesa fina

2 toalhas de bandejat

 


Quer saber mais sobre este assunto Leia nosso e-book: Como Organizar Armários e Closets

Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.

newsletter

Como organizar uma mudança

Realizar uma mudança certamente não é uma tarefa prazerosa para a maioria das pessoas, mesmo para as que adoram passar horas organizando os pertences. Geralmente o Stresse e o cansaço acontecem porque algumas regras de planejamento não são respeitadas durante o processo de arrumação e redistribuição dos móveis e outros objetos.

http://www.organizesuavida.com.br/Conteudo/top-dia-a-dia.gif Antes de organizar a mudança, descarte o que é inútil
* Para começar, é necessário lembrar-se que o trabalho pode ser imensamente suavizado se tudo o que não se utiliza mais for descartado.
* O critério para dispensa não deve conter muitas restrições, não encaixote nada que esteja fora de uso. Se não está sendo usado agora provavelmente não vai ser utilizado na nova residência.

http://www.organizesuavida.com.br/Conteudo/top-dia-a-dia.gif Liste todos os procedimentos necessários
* Faça uma lista onde estejam registradas todas as obrigações necessárias à tarefa e atualize o documento de acordo com o tempo restante para a mudança.
* Esse procedimento de anotação alivia a mente do encargo de se responsabilizar pela lembrança de todos os inúmeros detalhes que uma mudança requer. (Leia o Checklist – Cronograma de Mudança).

http://www.organizesuavida.com.br/Conteudo/top-dia-a-dia.gif Comece a empacotar os objetos com antecedência
* Outra regra fundamental é não deixar para empacotar tudo na última hora. Inicie a mudança tão cedo quanto possível, para que na semana marcada para o transporte somente precisem ser embaladas as peças de uso constante, como produtos de perfumaria e higiene.
* Mais do que outras, essa medida pode fazer com que a irritação diminua sensivelmente no dia de mudança. Além disso, ela permite fazer uma organização mais detalhada, que facilite a distribuição dos itens no novo ambiente.

http://www.organizesuavida.com.br/Conteudo/top-dia-a-dia.gif Identifique o conteúdo das caixas por cores e etiquetas 
* Utilize caixas e embalagens com cores diferentes ou etiquetas para facilitar a localização dos pertences no momento de arrumá-los novamente. Isso permite que o material não precise ser aberto para que se determine a qual local devem ser destinados.
* Você pode escolher uma cor de caixa ou embalagem para cada cômodo. Com esse procedimento a própria tarefa de encaixotar se torna mais rápida, que os objetos fora de lugar podem ser rapidamente alocados na caixa mais indicada.

http://www.organizesuavida.com.br/Conteudo/top-dia-a-dia.gif Consiga caixas e embalagens em lojas próximas a sua casa
* Se optar por não comprar caixas de cores diferentes, você pode consegui-las gratuitamente junto a uma casa de fotocópias ou mesmo em grandes lojas. Nesse caso, basta diferenciar as embalagens com fitas adesivas e etiquetas coloridas.
* Atente a um detalhe importante: as caixas e móveis embalados devem conter medidas inferiores às aberturas das portas ou janelas do novo imóvel, para que não se chegue a um impasse no momento que deveria ser destinado apenas à finalização da mudança.

http://www.organizesuavida.com.br/Conteudo/top-dia-a-dia.gif Considere a fragilidade de cada objeto na hora de embalar seus pertences 
* Guarde garrafas e frascos abertos em sacos plásticos fechados hermeticamente. E embale separadamente todos os utensílios quebráveis.
* Guarde os objetos pequenos em caixas pequenas que podem ser colocadas dentro de caixas maiores, ou embrulhe em papel colorido para que não se percam.
* Utilize a embalagem original para encaixotar o computador e outros aparelhos eletrônicos.
* Envolva os colchões com lençóis para que não se sujem e use cobertores para proteger os móveis de madeira contra arranhões.
* Coloque em sacos plásticos as peças pequenas de móveis desmontados, rotule e cole a sacola na peça principal.

http://www.organizesuavida.com.br/Conteudo/top-dia-a-dia.gif Comunique a todos sobre sua mudança de endereço com antecedência
* Informe todos os seus parentes, amigos, fornecedores, clientes e prestadores de serviço do seu novo endereço antes do dia da mudança.
* Escreva o endereço e referências de seu novo endereço para quem vem das diferentes partes da cidade. Deixe as instruções próximas ao telefone para poder dar a quem for te visitar.

http://www.organizesuavida.com.br/Conteudo/top-dia-a-dia.gif Dica
* Se você se muda com freqüência, decore com cores neutras. Dessa forma você não terá que comprar coisas novas toda vez que se mudar.

 


"Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br.
Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato."

newsletter

Como contratar uma empresa de mudança

Exija a vistoria do imóvel na hora da mudança
A vistoria do imóvel atual e do novo endereço é fundamental para o sucesso da mudança. Obrigatório nas boas empresas do setor, e realizado por um técnico especializado, é esse trabalho que vai definir o número de funcionários necessários, o tamanho do caminhão baú, os tipos e a quantidade de embalagens, entre outros detalhes importantes.

Gratuita, a vistoria dá subsídios ao orçamento do cliente, que poderá solicitá-lo por telefone, fax ou e-mail. E quanto mais detalhado for o orçamento mais garantias o cliente tem da idoneidade da empresa e da qualidade do serviço a ser prestado.
Pelo telefone (11) 3824-0446 é possível checar, na Fundação Procon-SP, se a empresa de mudança escolhida tem reclamações registradas na entidade.

Esse é um cuidado simples, mas que pode evitar problemas como o desaparecimento de todos os bens da família depois de carregados em um caminhão ou a venda de itens como fogão e geladeira pelo caminho. O ideal é verificar o currículo da empresa no mercado, se possível visitar suas instalações e pedir indicações para amigos que mudaram recentemente.

http://www.organizesuavida.com.br/Conteudo/top-dia-a-dia.gifEsteja atento aos termos do contrato
Outra medida de segurança importante é ter em mãos o contrato da prestação de serviço assinado pelos representantes legais da empresa escolhida para realizar a mudança.

Dicas interessantes também podem ser obtidas nos manuais cedidos pelas empresas a seus contratantes.

As empresas costumam solicitar que animais de estimação, documentos pessoais, dinheiro, jóias e armas sejam transportados pelos clientes. E para garantir a segurança e um futuro ressarcimento de danos, as companhias especializadas em mudanças cobram, à parte, um seguro equivalente a uma pequena porcentagem do valor total dos bens transportados, cujo preenchimento da relação de itens e valores é de responsabilidade do contratante.

A parceria com empresas de mudança em diversas partes do mundo facilita também às empresas nacionais que realizem sem problemas mudanças internacionais de navio, mais acessíveis, e de avião. Essas empresas conhecem os trâmites e as exigências alfandegárias de diversos países e, geralmente, têm representantes para desembaraçar a mudança em aeroportos e portos e entregá-la na nova casa do cliente.

http://www.organizesuavida.com.br/Conteudo/top-dia-a-dia.gifPesquise o melhor dia e horário para a descarga da mudança
Verificar, principalmente no endereço de destino, que é um local que você geralmente ainda não conhece bem, se existem restrições para descarga de sua mudança e/ou transporte, tais como: feiras livres, área de lazer, horários fixos para carga e descarga e outras;

Em caso de condomínios, verifique tanto na origem quanto no destino os dias e horários permitidos para a execução de seu serviço. Comunique ao condomínio por escrito o dia da sua mudança, peça ao porteiro para reservar na porta do prédio, um local para o caminhão estacionar.

http://www.organizesuavida.com.br/Conteudo/top-dia-a-dia.gifOutros cuidados importantes:
· Atribua valores específicos aos seus bens transportados ou armazenados, tendo em vista a garantia de indenização, de acordo com as normas gerais de seguro.
· Em casos de armazenagem de seus móveis, faça uma visita as empresas que prestam este serviço para verificar o local, a forma de armazenamento e segurança do mesmo.
· Toda e qualquer comunicação entre as partes (Cliente / Empresa) deverá ser sempre por escrito, mediante a protocolo de recebimento. Não aceite comunicação verbal.

 


"Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: http://www.organizesuavida.com.br/.
Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato."

newsletter

Como empacotar a mudança

Veja as dicas de Augusto Campos sobre como organizar o empacotamento da sua mudança:

Antes de encaixotar, reduza!
Você certamente tem em casa hoje muitas coisas que nunca mais irá usar ou precisar. Livros que não vai reler nem consultar, revistas, instrumentos, utensílios, roupas e muito mais. Muitos destes itens podem ser úteis para outras pessoas e instituições, que podem até mesmo ir buscar na sua casa. Alguns deles podem ter valor de mercado e ser vendidos, até. Você ganha múltiplas vezes: vendendo o que puder, doando o que quiser, deixando de transportar o que não irá mais usar, e aproveitando a oportunidade para reduzir a bagunça e renovar.

A exceção são as toalhas, panos de pratos e lençóis velhos: ao invés de doá-los, considere a possibilidade de reciclá-los para embrulhar os seus itens mais frágeis.

Empacote e encaixote desde cedo: comece assim que estiver firmemente decidido a mudar, ou 10 dias antes da data da mudança. Mesmo que você more sozinho em um apartamento de 1 quarto, pode se surpreender com o trabalho que dá reunir e guardar tudo o que você tem. Já conheci vários amigos que imageminaram que poderiam fazer tudo na véspera, ou no dia, com ajuda da equipe de mudança, e sofreram grandes atrasos e decepções.

Comece pelos itens menos importantes e utilizados. Se for contratar uma empresa de mudanças, verifique se ela faz o encaixotamento, e deixe para ela todos os itens menos frágeis e menos sensíveis.
Não empacote antes da hora nenhum item que você ainda vai precisar usar. Planeje a operação empacotamento com cuidado, pensando numa linha temporal. Até a hora de ir embora você pode precisar de alguns utensílios de cozinha, remédios, estojo de primeiros socorros, ração dos animais de estimação, ferramentas para desmontar e empacotar, fitas adesivas, higiene pessoal, lista telefônica, carregadores para os aparelhos eletrônicos, uma lanterna, etc.

Empacote em uma caixa diferente um kit de itens de necessidade imediata: quando você chegar no novo endereço, vai precisar de bastante coisa imediatamente: toalhas de mão e rosto, panos de prato, papel higiênico, sabonete, detergente, ferramentas, uma lanterna, agenda telefônica, carregadores, ração dos animais de estimação, lâmpadas, estojo de primeiros socorros, etc. Muitos deles são os mesmos que você vai precisar deixar disponíveis no endereço anterior até o último momento antes de sair (veja a dica acima), portanto fica fácil colocá-los todos em uma mesma caixa, que deve ser tratada com atenção especial. Não esqueça de colocar nessa caixa a cafeteira, pó de café, filtro, açúcar e biscoitos, para a primeira pausa no novo endereço.

Proteja seus objetos mais frágeis: Louças, enfeites, aparelhos eletrônicos e outros itens facilmente quebráveis ou arranháveis precisam ser armazenados com cuidado especial para reduzir sua movimentação dentro da caixa, a possibilidade de pressão externa amassá-los, e a tolerância a impactos. Lençóis velhos, panos de prato, plástico bolha, bolinhas de isopor, jornais amassados e vários outros materias podem colaborar nesta tarefa. Depois de encaixotá-los, identifique a caixa como frágil, de preferência com uma cor facilmente visível.

Use fita adesiva e plástico bolha como se não houvesse amanhã: Comprar vários metros, ou mesmo um rolo inteiro de plástico bolha, pode custar menos do que você pensa, e faz maravilhas na hora de complementar o embrulho de tudo que você quer evitar que arranhe – até mesmo pequenos móveis. Uma fita adesiva de boa qualidade, com aplicador voltado a empacotamento, também permite se preocupar bem menos com caixas e embalagens abrindo na hora errada. O complemento a ambos é um bom estilete, manejado com cuidado na hora de desempacotar.

Reforce e etiquete as caixas: Não é difícil encontrar caixas em supermercados e atacadistas, mas muitas vezes elas não foram projetadas para lidar com o volume ou o peso que você irá querer colocar dentro delas. Fitas adesivas de boa qualidade não são caras, use-as generosamente para reforçar o fundo de cada caixa.

Imediatamente após encher uma caixa, marque o exterior dela de uma forma bem visível com um pincel atômico (use etiquetas adesivas grandes, se for reutilizar cada caixa várias vezes), indicando o conteúdo e o cômodo de origem (veja a dica a seguir). Se as caixas contiverem itens de maior valor, ou se você quiser rapidamente poder encontrar algum item dentro de qualquer uma delas, considere tirar uma foto do conteúdo antes de fechar. E no caso dos itens de valor, não escreva claramente isso na etiqueta da caixa – ao invés de "porta-jóias", coloque "miudezas", e assim por diante.

Nada de espaço livre no topo das caixas: Se você fechar as caixas deixando muito espaço livre no alto delas, vai perceber posteriormente a dificuldade de empilhá-las, pois ocorrerá amassamento e consequente desequilíbrio. Use este espaço livre para distribuir material leve e volumoso, como edredons, ou então corte cuidadosamente o excesso, deixando espaço para dobrar e fechar uma aba construída a partir das laterais preservadas.

Cuidado com portas, paredes, escadas: Na hora de transportar a mobília pela nova casa, muitas vezes o foco se reduz a "fazer chegar cada peça no cômodo certo o mais rápido possível", e assim acabam ocorrendo arranhões difíceis de corrigir em portas, paredes, colunas e outros obstáculos do caminho. Vale mais fazer com calma, dividindo a tarefa entre várias pessoas (para facilitar o esforço extra de desviar das quinas e cantos) e cobrindo com flanela ou panos brancos as extremidades mais aguçadas dos objetos sendo transportados.

Use sacos, panos velhos ou trouxas como amortecedores: Alguns itens macios e resistentes podem ser acomodados também em sacos de lixo reforçados (do tipo usado em indústrias) ou em trouxas, mas tome cuidado especial com eles, não deixando de também identificá-los. Eles também podem ser usados como amortecedores entre itens mais frágeis.

Livros e documentos pesam muito. Não coloque todos eles em uma grande caixa, é possível que você depois tenha dificuldade em carregá-la, e ela pode não suportar o peso. Use caixas médias, e encha-as só até a metade com papéis e livros, reservando a outra metade para itens de grande volume e pouco peso, como almofadas e edredons.

 


"Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: http://www.organizesuavida.com.br/.

Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato."

newsletter