Outono chegou e agora?

Chegou o outono, estação que nos confunde um pouco pra se vestir. Tem dia que está calor, tem dia que está frio e tem dia que faz frio e calor ao mesmo tempo.
Por isso é difícil organizar o armário nessa época, mas vamos tentar ajudar com algumas dicas.
Primeiro passo, tire as roupas que ficaram guardadas durante o verão e deixe arejar antes de usá-lasNão tire todos os casacos super pesados porque você não vai ter espaço no armário. Deixe apenas um casaco e de dois a três casaquinhos leves ou jaquetas para dias mais frescos.

Tenha uma peça coringa sempre à mão como um vestido preto de malha. Se estiver calor, use com uma sapatilha; se estiver frio é colocar uma meia grossa, uma bota e um casaquinho por cima.

As botas são itens muito usados nessa estação. Botas de cano alto devem ser deixadas em pé em algum cantinho do quarto. Se não tiver espaço, deixe-as deitadas, mas evite dobrar o cano, isso pode estragar a bota. Para mantê-las em pé use aqueles suportes infláveis que ficam por dentro da bota como um enchimento.
Outras peças interessantes nessa época são os lenços porque são charmosos e servem tanto para o frio quanto para dias amenos. Para organizá-los, coloquem-os em caixa de tecido, enrolados na posição vertical.
Blusas de linha são uma boa pedida também. Elas devem ser dobradas em prateleiras ou gavetas, nunca penduradas nos cabides, pois ficarão deformadas com o passar do tempo.
Aproveite bem a estação!

Fonte: Vanessa Costa, Personal Organizer da @tudoseencaixa

Como evitar mofo nos armários

A aglomeração de roupas, malas, cobertores dentro dos armários é uma das causas do mofo.Se o móvel está muito cheio, o ar não consegue circular por ele, consequentemente a umidade que vem das paredes fica ali dentro, confinada e gruda nas nossas roupas.

Para evitar que o mofo impregne nas peças do vestuário, temos algumas dicas:

Primeiro de tudo, faça a organização básica do ambiente. Como sempre falamos, retire os itens que não usa mais e mande para doação. Com o armário vazio, passe uma mistura de água com vinagre ou com bicarbonato em todo o móvel. Deixe secar antes de recolocar as roupas.

Itens que não são muito usados como malas, cobertores e casacos muito grandes podem ser armazenados em embalagens à vácuo para não ter contato com as gotículas de água que ficam no ar; ou em sacos de tecido respirável, porque se o ar entrar ele precisa sair.

No meio das roupas que ficam nas prateleiras e gavetas, costumo usar bolinhas de cedro para evitar o mofo. O cedro é um tipo de madeira que absorve a umidade do local, por isso existem bolinhas, argolas para cabides e até mesmo o próprio cabide feito desse material.

Uma outra opção de desumidificador é o Moffim, aquele sachê de cristais que absorve a umidade do móvel ou do ambiente sem formar líquidos. Ele possui um ganchinho para ser pendurado no cabide e ainda pode ser descartado no lixo comum.

Espero que as dicas ajudem a conservar suas roupas.

Fonte: Vanessa Costa, Personal Organizer da @tudoseencaixa

Como organizar uma área de serviço com pouco espaço?

As áreas de serviço, quando existem, estão cada vez menores, mas nelas ainda é preciso organizar o impensado. Esse é o espaço da casa que deve ter lugar para armazenar roupas suja e para passar, espaços para vassouras, rodo, baldes, produtos de limpeza, sapatos e outros itens. Por isso, acompanhe as dicas e tenha uma área de serviço limpa e organizada, mesmo que o espaço destinado a ela seja mínimo.

1. Organizando com cestos: cestos de vime são ótimos para armazenar as roupas sujas e para passar, mas se sua lavanderia é muito pequena, o melhor mesmo é optar por peças dobráveis feitas de tecido e com puxadores de metal. Versáteis, elas ocupam menos espaço que os cestos de vime e quando não estão em uso podem ser dobradas e guardadas dentro dos armários.

2. Categorizando e organizando as roupas: crie critérios para os cestos, por exemplo: para roupas sujas, utilize os que ficam embaixo do tanque e têm sacolas removíveis que facilitam a colocação da roupa na máquina de lavar. Não se esqueça de ter um para as roupas coloridas e outro para as peças brancas. Os que ficarem dentro dos armários e em uso poderão acomodar as roupas para passar.

3. Carrinhos e centros de lavanderia:existem os carrinhos para roupas com três divisórias. Estes são também práticos de usar. Por exemplo, organize as roupas para lavar de maneira criteriosa nas divisórias destinando usos específicos, ou seja, uma divisória para as roupas de cor, outra para as roupas brancas e outra para as roupas do bebê.

4. Organizando os sapatos: quem prefira guardar os sapatos longe dos guarda-roupas. Nesse caso, a indicação é ter uma ou mais sapateiras na própria área de serviços. Elas podem ser colocadas atrás da porta. Quem tiver um pouco mais de espaço pode escolher sapateiras que ficam em no chão e que cabem em qualquer cantinho. Além de guardar os sapatos essas peças possibilitam que os calçados recebam ventilação.

5. Gavetas para itens pequenos: se tiver armários de sobra, mas sem gavetas para guardar miudezas (sabão em pedra, em , detergente, e outros itens), opte pelas gavetas prontas. Assim, você terá tudo muito organizado. não se esqueça de ter uma gaveta também para os produtos abertos e que estão em uso.

6. Se o problema for a falta de estantes, saiba que existem vários modelos prontos no mercado. Elas são excelentes opções para organizar tudo.

 

Elaine Hipólito,  para OZ!


Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

newsletter

Como organizar as compras no supermercado sem sacolinhas plásticas

A distribuição de sacolas plásticas está proibida nos supermercados. Mas aconteceu com você de ter que sair correndo do serviço e ir direto fazer as compras porque o final do mês chegou e a despensa ficou vazia? Foi que você abarrotou o carrinho, e ao chegar no caixa, logo veio a grata surpresa de não ter onde colocar os pacotes e latarias. O que fazer diante dessa situação?

 

1 – Para não ser pega desprevenida novamente, tenha sempre à mão uma sacola retornável. Aquela que você usa e guarda para a próxima compra. Ela é ótima para essas ocasiões, e dobrada cabe em qualquer cantinho da bolsa.

2 – Alguns supermercados fornecem caixas de papelão. Mas lembre-se de descartá-las corretamente ao chegar em casa.

3 – Caso a compra que você tenha feito seja muito grande não vai adiantar ter apenas uma sacola retornável na bolsa. O melhor mesmo é ter alguns exemplares no porta-malas do carro.

4 – Outra ideia, caso você goste de artesanato, é aproveitar as bolsas que viram sacolas. Elas vão dobrando e desdobrando conforme a necessidade de uso. Existem modelos que viram uma espécie de carteira. Em geral, são feitas de tecido grosso e duram muito tempo.

5 – Se você ainda não encontrou algo assim, aproveite a vovó, aquela tia ou amiga que adora costurar. Juntas desenvolvam peças criativas para esses momentos e quem sabe ganhem um dinheirinho extra com a venda?

6 – quem afirme que o que é feito à mão é bem melhor. Aproveitando essa ideia e a dica do item anterior, é possível fazer sacolas de tricô, crochê ou utilizar outras técnicas artesanaisEsses trabalhos podem ficar um luxo! Com eles levar as compras na mão ou no braço se tornará um charme.

7 – Muitas vezes os itens comprados no supermercado são muitos e o melhor mesmo é utilizar um carrinho. Neste quesito, as empresas estão inovando e alguns modelos de carrinho parecem até mesmo uma graciosa mala com rodinhas. Essa ideia vale, ainda, para quem vai a ao mercado.

8 – Existem sacolas retornáveis disponíveis também nos supermercados. É comprá-las, mas este deve ser o último recurso. Afinal, não para ficar ampliando a coleção existente em casa, não é mesmo?

 

Elaine Hipólito,  para OZ!

 


"Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato."

newsletter 

Facilite o transporte de objetos

O nosso dia a dia está cada vez mais repleto de tarefas e muitas vezes, precisamos transportar objetos e compras pra e pra .

Para ganhar tempo e não sobrecarregar a coluna com tanto peso, siga a tendência que tomou conta da Europa e Estados Unidos. Adote os carrinhos com rodízios. Eles são usados para os mais diversos fins:

1. Carregar compras de feira e supermercado
2. Transportar bagagem do porta-malas
3. Acomodar sacolas pesadas de compras em shoppings e lojas
4. Levar material de trabalho em caminhadas curtas

A OZ! entrou nessa onda e lançou o Carrinho de Compras, que além de muito resistente, tem a vantagem de ser totalmente dobrável e não ocupar espaço quando guardado. Garanta o seu!

 Dica: deixe o seu carrinho sempre no bagageiro do carro. Você nunca sabe quando pode precisar dele.

 


Quer saber mais sobre este assunto Leia nosso e-book: Como Organizar a Rotina Doméstica

 “Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

newsletter

Dicas para cuidar de seus talheres

Adquira divisórias próprias ou porta-talheres para organizar as peças nas gavetas ou prateleiras.

Separe os talheres por utilidade e tipo: colheres, garfos, facas, colheres e garfos grande e etc.

Contar os talheres e fazer uma lista é a melhor forma de nunca ter surpresas com sumiço de suas peças. Coloque a lista na parte interna das gavetas.

Antes de guardar, vale a pena dar uma olhada para ver se os talheres estão realmente limpos – são os utensílios que mais retem sujeira e os mais fáceis de encrostar gordura.

Organize de forma que os talheres mais utilizados fiquem na primeira gaveta.

Na última gaveta, acomode os talheres maiores, como conchas, pegadores e escumadeiras, entre outros.

Periodicamente, conte o seu faqueiro, você estará evitando surpresas, principalmente com a chegada de visitas. Nada pior que colocar um talher de cada tipo na mesa.

Passar um pano úmido com esponja para limpar é algo a ser feito com muita frequência. Do que adianta os talheres estarem limpos e o local onde estão guardados ficar com poeira ou sujeira.

Limpe e enxugue bem todas as peças antes de guardá-las. Isto evita a oxidação, o aparecimento de manchas no metal e a formação de fungos nas gavetas.

 

Conheça a seção de Cozinha da nossa loja, clique aqui.

 


Quer saber mais sobre este assunto Leia nosso e-book: Como Organizar Cozinhas e Despensas

“Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

 

 

newsletter

Recém Casada? Saiba como arrumar a cozinha

Tantos presentes de casamento para arrumar na sua nova cozinha… Mas, por onde começar? A organizadora Profissional, Irene Cristina Loureiro, da OZ! Sistemas de Organização, explica como separar cada utensilio doméstico da melhor forma para otimizar a vida do casal.

Separação por frequência de uso
Separe as louças , utensílios da cozinha , toalhas de mesa, copa, guardanapos e jogos americanos  que são usados em ocasiões especiais (Natal, Festa, etc)  daqueles que são de uso frequente.

– Nos locais de melhor nível de acesso você deve organizar tudo que tem maior frequencia de uso, especialmente louças.

Evite pilhas altas com pratos, não empilhe copos, xícaras (empilhe apenaspires).

Dica: Para ganhar espaço com travessas que costumam quebrar nas laterais por serem empilhadas uma dentro da outra a menor travessa deve ser virada para baixo, a maior  travessa também virada para baixo fica por cima da menor.  Com uma base mais firme  pode ser colocada a  terceira travessa, desta vez virada para cima e uma bem leve e menor dentro dela, ou seja, com o espaço de uma travessa de tamanho médio a grande, você pode organizar quatro de tamanhos diferentes.

 Plásticos:
Descarte potes que estão sem tampa, danificados ou simplesmente sem uso.

Alguns potes plásticos quando tampados ficam com cheiro, coloque os maiores dentro dos menores sem as tampas para não ficarem presos e coloque as tampas empilhadas em porta-tampas ao lado.

Evite o formato redondo e opte por modelos quadrados para melhor aproveitar o espaço.

Panelas:
Os gavetões são uma tendência nos atuais projetos de cozinha, porém, usando o raciocínio da frequencia de uso. As grandes panelas de ferro ou woks, os rechaudsaparelhos de fondue, panelas de pressão, pipoqueiras etc,  que tomam muito espaço podem ficar em prateleiras mais altas ou outro espaço próximo à cozinha. Nos gavetões devem ficar as panelas de uso frequente , vale empilhar as menores em cima das maiores com a tampa virada para baixo. Siga a mesma regra para as frigideiras e formas.

Utensílios de gaveta:
Evite sobrecarregar as gavetas da cozinha com os acessórios dos eletrodomésticos, coloque-os em saquinhos com fecho ziplock ou de TNT junto aos aparelhos ou dentro de uma caixa transparente devidamente identificada.

Se o espaço das gavetas não é suficiente para todos os utensílos use organizadores de parede ou de portas.

Dica para as gavetas:
Não jogue tudo na gaveta sem separar os utensílios por função e tamanho, procure comprar divisórias ou usar bandejas e cestas para fazer esta categorização. Separe conchas, espátulas e pegadores de salada de abridores de lata, descascador de legumes, alho etc.

Dica para todos utensílios:
A frequencia de uso define o nível de acesso, mas procure também categorizar os nichos da cozinha pelo tipo de material do utensílioPor exemplo, separe vidro, inox, porcelana, prata, plástico, madeira, não deixe tudo misturado. Quando você quiser a petisqueira de madeira saberá em que porta estão todos utensílios de madeira, o que facilita encontrar e guardar.

Eletrodomésticos:
Aproveite o design bonito dos atuais eletrodomésticos e deixe os de uso diário na própria bancada da cozinha. Um dos desafios é a altura de alguns modelos como as batedeiras, liquidificadores, centrífugas, máquinas de pão etc. As prateleiras aramadas são uma boa opção para organizá-los, que é possível  ajustar a altura com mais facilidade.

Com essas dicas, agora é abrir os presentes e dar vida aos armários de sua cozinha com cheirinho de nova.

Fonte: site Liga das Noivas


“Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

newsletter

6 ideias para organizar a cozinha

Aumente a capacidade de armazenamento da sua cozinha, com estas dicas simples e crie espaços onde nunca pensou que houvesse.

1. Reforme os seus armários, para personalizá-los e maximizar o espaçoInsira formas de armazenamento, gavetas, prateleiras, ganchos, etc.

2. Se sua cozinha é pequena, ao supermercado com mais frequência e diminua a necessidade de espaço na despensa.

3. Armazene pequenos aparelhos de uso diário, ou semanal, em áreas da cozinha de fácil acesso. Aqueles que são utilizados com menos frequência podem ser armazenados até mesmo em outros cômodos da casa.  Pergunte-se: será que realmente preciso disso?

4. Instalar prateleiras ou ganchos pode maximizar o espaço da parede vazia, mas tenha cuidado para não criar um ambiente carregado demais.

5. Coloque uma prateleira numa porta, ou janela, para armazenar livros de receitas ou para sustentar alguns pratos favoritos.

6. Use a área entre os armários e o teto para armazenar bandejas ou cestas cheias de itens usados raramente.

 Quer saber mais sobre o assunto:
Leia: Dicas para quem não tem tempo de cozinhar
Leia:Como organizar a pia da cozinha

 

Leia mais dicas no e-book: Como organizar Cozinhas e Despensas


“Esta matéria pode ser publicada gratuitamente em seu site, jornal, revista ou newsletter, desde que citada a fonte: www.organizesuavida.com.br. Se desejar publicar artigos e informações exclusivas entre em contato.”

newsletter